Be cool!

7 nov

por Vinícius Silvestre.

Internet, falta de pauta e anos 90.

Anos 90. barrados no baile

Não é incrível ter acesso a uma plataforma que te deixa um pouco gênio? Um pouco chefe de tudo? Dá pra trabalhar em casa, comprar roupas, laricas, pornôs malucos, dá pra ler Proust, as entrevistas do Hans Ulrich e o mais legal de tudo, foder com o mundo corporativo. A Internet nos tornou finalmente donos de nossos desejos, não somos mais escravos dos outdoors, das revistas, e da tv. Com a mídia de massa em colapso o consumo de massa também não funciona, esse é o ponto.

Com relação à moda, foram as redes sociais, o amplo compartilhamento de fotos, e os blogs de street style os grandes responsáveis pela descentralização não só do mercado, mas também dos chamados “trendysetters” pessoas pioneiras em adotar comportamentos e produtos influenciando e disseminado tendências e o consumo.

A moda tornou-se democrática. Não existe mais “A tendência”; o que se vê são inúmeras possibilidades que variam, de pessoa para pessoa o que justamente a moda quer endossar: o comportamento e a exposição. Uma das possibilidades divertidas que se anuncia é o revival da década de 90.

90's anos 90 nineteen style

Todo mundo concorda que os anos 90 foram difíceis, depois da exagerada e glam década de 80 o povo achou que ser chic era ser chato, datam desse tempo o surgimento dos seriados adolescentes, do grunge, e de uma moda engessada, foi nessa época que o conceito de tribo se fortaleceu, assim como os estereótipos de beleza americano-Universal: cheerleaders e jogadores de futebol americano.

Nessa década, das duas uma: ou você era um minimalista boçal ou um fantasiado afetadão. Graças ao bom senso coletivo a releitura moderna da década é cheia de autocrítica, kitsch, e bom humor. Rola usar tubinho preto recortado com aquela bolsinha chanel fake da avó, usar camisa xadrez em cima de regatas folgadonas com jeans rasgado (muito grunge) e até sair por ae fazendo a linha fitness com legging, camiseta e tênis cantarolando “Let’s get physical… physical”.

Só não banque o chato, o velho, o lobo, o solitário…

Acho cafona.

Anúncios

2 Respostas to “Be cool!”

  1. Fabricio Vital 7 de novembro de 2009 às 18:31 #

    80’s foram um show de extravagancia , novidades , testes sonoros , 90’s não mostraram muito a que se propunham , mesmo assim deixaram um legado , agora na aurora do século 21 , a informação é o que voga , sabe-se tudo , sobre tudo , e isso nos dá uma liberdade imensa , deixa-nos ser o que realmente somos , goste de história medieval , mas não deixe de ver um seriado tennager , fume charuto , tome chá , café , mas não deixe de experimentar o último lançamento da Coca – Cola , eu consigo fazer essa conciliação , enjoy !

  2. Isabela 15 de novembro de 2009 às 18:38 #

    Acho bacana que hoje não tem mais uma ” regra ” para a moda, cada um tem sua personalidade e seu jeito de se vestir, seja inspirado nos anos 80, 90, ou talvez uma mistura de tudo isso junto. Hoje em dia as pessoas não estão mais com medo de ousar, de criar seu estilo, de fazer sua personalidade independente da tendência.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: