Magrela fever

8 dez

por Vinícius Silvestre.

Ecológica e divertida, a bicicleta ganha as ruas mundo afora.

Photobucket

Não é só por que o Cop15 começou, já faz um tempo que a galera antenada começou a adotar as bicicletas como veiculo e também como acessório. A bicicleta permite que a locomoção seja agradável e não esconde a produção de moda de quem a dirige, em Paris há dois anos, desde que a prefeitura instalou o Vélib, sistema de ciclovia que interliga as estações de metrô uma legião de novos ciclistas tem invadido as ruas, na sua maioria jovens, modelos e estudantes todos devidamente montados.

bike fashion bicicles fashion

Paris Hilton, Kate hudson e David Beckham são só algumas das celebridades que já foram vistas passeando de maneira feliz e displicente com suas magrelas, quanto à personalidades mais interessantes Sarah Lerfel, proprietária da loja conceito Colette vai trabalhar todos os dias com a sua. Em Nova York são tantos os nomes estrelados que curtem suas bikes que o Swiss Institute acaba de lançar o calendário “ Artists on the Bicycles New York ” fotografado por Lukas Wassmann com doze famosos e suas bicicletas estampando os meses, nomes como Ryan McGinley, David Byrne e Terry Richardson.

Ryan on bike

Até mesmo blogs de street style foram criados afim de estreitar ainda mais a conexão entre moda e veiculo ou estilo e consciência, como queiram. Os mais famosos são o http://www.copenhagencyclechic.com

E o da http://www.chictopia.com/topshop_bikeclub_contest

Enjoy!

Anúncios

10 Respostas to “Magrela fever”

  1. Hypezinho do barulho 8 de dezembro de 2009 às 23:30 #

    Bicicletas são legais e seria legal se neste país houvesse uma melhor estrutura para se desfrutar desse meio transporte.
    Mas, olha a minha cara de interesse por essas “celebridades” que usam bike (-_-)
    ABÇ

  2. Vinícius silvestre 9 de dezembro de 2009 às 0:53 #

    ahushuasha

    que azedo..

    pessoas são legais também.

  3. Andrey 9 de dezembro de 2009 às 2:02 #

    Hypezinho, não que seja da sua conta, mas acho simpatia primordial!
    enfim.. vou aderir a proposta biker por necessidade aqui em Cia, ôoo cidade “grande” onde tudo é longe hauahua

  4. Hypezinho do barulho 10 de dezembro de 2009 às 0:10 #

    Foco no post, por favor.

  5. O Babuíno Sagrado 10 de dezembro de 2009 às 21:22 #

    Azedo nada, pior é que concordo com ele. Saber que tais celebridades andam de bibicleta pra mim é um motivo a mais pra não andar. Vou andar é a pé mesmo, porque quero evitar os modismos e suas superficialidades.

    O pneu degrada o meio ambiente.

  6. Vinícius silvestre 11 de dezembro de 2009 às 12:46 #

    Bicicletas são estéticas e divertidas.

    Modismos e superficialidades fazem parte da vida do homem, ou você acha que toda sua força orgânica é gasta em adquirir cultura e aperfeiçoamento?

    O consumo de pequenos prazeres que explicam por momentos algo a respeito de nós mesmos nunca vai desaparecer, seja um café starbucks, um tênis, uma roupa ou uma tatuagem.

    Meus posts têm como saída a moda, estou me dirigindo a um publico específico (sim, aos hypes de Birigui) usando linguagens e artifícios de maneira que a temática, conceito ou o produto se torne atraente, estético e desejável.

    A Topshop e o Swiss Institute fizeram o mesmo com o blog e o calendário à respeito das bikes. Hoje não se trata de um simples modismo, as pessoas procuram consumir aquilo que as representam enquanto sujeito em seu meio social. Falei da Paris Hilton, e do David Beckham mas no calendário foram clicadas personalidades de relevância para a arte, a música e a fotografia, o que também foi citado no post.

    Acho que eu não precisava explicar tudo isso.

  7. Bruno Tolentino (Tolenta) 12 de dezembro de 2009 às 21:46 #

    Usar a bicicleta como instrumento de moda é a coisa mais estúpida que se possa imaginar.

  8. Vinicius silvestre 13 de dezembro de 2009 às 20:04 #

    raso.

  9. O Babuíno Sagrado 13 de dezembro de 2009 às 20:19 #

    Precisava explicar menos. O problema está em tomar o homem civilizado, moderno, ocidental e hype, como sinônimo de “O Homem”. Claro, uma vez que essas coisas só começaram a fazer parte da nossa História agora.

    Gostaria de saber quais bases você usa pra dizer que tais coisas sempre fizeram parte de nossa vida e que nunca vão desaparecer. Pior não é nem isso, é quando você diz que tais superficialidades e modismos dizem coisas sobre nós mesmos. Então estaríamos nos comprando e nos descartando aos poucos?

    Uma dica: o consumismo e seus modismos fazem mal à saúde e o máximo que pode dizer sobre você mesmo é que você é um… consumista!

  10. Velho Lobo 14 de dezembro de 2009 às 14:22 #

    Paris Hilton anda de bicicleta na mesma proporção em que eu ando de helicóptero.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: