Arquivo | Arte RSS feed for this section

Portinari diz: “pintar para ensinar meu povo o que é errado.”

14 jul

por Sol Cantero. (Buenos Aires)

Conocí a este pintor escuchando a la Negra Sosa, un exponente del folclore argentino, viajando todas las tardes ella me cantaba su nombre, y decía frases tan calidas y como solo ella podía hacer. (leia no original – espanhol).

Conheci esse pintor escutando “La Negra Rosa” (Mercedes Sosa), uma cantora expoente do folclore argentino. Viajando todas as tardes, ela me cantava seu nome e dizia frases tão calorosas como só ela poderia fazer. Nessas viagens nasceu minha curiosidade por Candido Portinari. Decidi saber quem era esse amigo tão valioso para minha cantora, e grande foi a surpresa quando descobri que ele era um paulista.
leia na íntegra. Continue lendo

Anúncios

Idiota é quem não o lê!

22 abr

por Conrado Passareli.

Outro dia, estive andando pelas livrarias, pesquisando novidades. Uma das coisas que me chamaram a atenção foram as capas de um certo tipo de livro. Na verdade, eram os títulos: 1.000 livros para ler antes de morrer, 1.000 discos para ouvir antes de morrer. Sinceramente, vamos deixar a morte pra depois, dos mil livros eu vou indicar apenas 1. Trata-se de O idiota.
leia na íntegra. Continue lendo

“Os Gemeos” e sua vertigem.

26 out

por Manga Paludetto.

Os gêmeos idênticos Gustavo e Otávio Pandolfo iniciaram a carreira pintando seus grafites pelas ruas de São Paulo por volta de 1987. Seus trabalhos mostram a diversidade cultural brasileira, misturando elementos do folclore nacional, com a vivência na cidade e elementos do street art.

Os olhares mais atentos reconhecem os bonecos característicos dos artistas pelos muros, pontes e paredes da cidade de São Paulo. O retrato desses personagens são a marca registrada dos trabalhos d’Os Gemeos, assim como a aura surreal que os homenzinhos são retratados.

_São(3)

E esse mundo surrealista dos homenzinhos criado pelos artistas está apresentado no Museu de Arte Brasileira da Faap. A exposição “Vertigem” já passou por Curitiba, Rio de Janeiro e chega a São Paulo, cidade natal dos rapazes do bairro do Cambuci. Em São Paulo estão apresentadas uma série de novas obras especialmente concebidas por eles para o espaço do MAB.

A exposição é o local ideal para literalmente conhecer o mundo dos artistas pioneiros no cenário nacional do grafite. Os trabalhos d’Os Gemeos vão além dos desenhos e pinturas. São apresentadas também esculturas, cheias de detalhes, portas, janelas, bolhas de sabão, luzes e textura. E é esse o convite que a exposição te faz: entrar nos sonhos dos gêmeos e pegar um pouquinho da mente dos artistas para nós.

_Chuva

A dica para quem for à exposição é se ligar nos detalhes de cada obra, você sempre vai encontrar um bonequinho característico com a cabeça num local inesperado. Agora, de todas as obras eu destaco uma que gostei muito: ao entrar na sala, olhe para o canto superior esquerdo, é a pintura de um boneco feita de lantejoulas douradas no fundo branco. Aprecie a obra de perto, depois de longe, demais!

Quem não puder comparecer in loco pode ver as fotos da exposição pelo site d’Os Gemeos.

Exposição“Vertigem”, de OSGEMEOS
Data: de 25 de outubro a 13 de dezembro
Local: Museu de Arte Brasileira da FAAP
Endereço: Alagoas, 903 – Higienópolis
Horário: de 3a a 6a feira, das 10h00 às 20h00
Sábados, domingos e feriados, das 10h00 às 17h00
Fechado às 2as feiras, inclusive quando for feriado.
Informações: (11) 3662-7198
Visitas Educativas: agendamento (11) 3662-7200
Entrada Gratuita

Manga Paludetto é jornalista, mantém o blog Hey Pop! e é baterista da banda Paletó Em Brasília.